Header Ads

Royal Aviation Group

Governo brasileiro vai enviar 6 toneladas de materiais para ajuda humanitária no Líbano


A ação faz parte de uma missão especial humanitária brasileira no país, em resposta às explosões que atingiram o porto de Beirute, em 4 de agosto

MF
Mariana Fernandes
postado em 11/08/2020 23:14 / atualizado em 11/08/2020 23:18


 (foto: Força Aérea Brasileira /Divulgação)
(foto: Força Aérea Brasileira /Divulgação)
O governo brasileiro vai enviar, nesta quarta-feira (12/8), aeronaves da Força Aérea com destino a Beirute, no Líbano, para transportar cerca de 6 toneladas de materiais como alimentos e medicamentos, doados pelo Ministério da Saúde e pela comunidade libanesa no Brasil. A ação faz parte de uma missão especial humanitária brasileira no país, em resposta às explosões que atingiram o porto de Beirute, em 4 de agosto. As aeronaves KC-390 Millennium e Embraer 190 (VC-2) farão o envio, partindo de Guarulhos, São Paulo.
O trabalho é coordenado pelos Ministérios das Relações Exteriores, da Defesa e da Saúde no âmbito do Grupo de Trabalho Interministerial sobre Cooperação Humanitária Internacional, cuja secretaria executiva cabe ao Itamaraty.
A comitiva de missão ao Líbano será chefiada pelo ex-Presidente da República Michel Temer, por convite do Presidente Jair Bolsonaro. O grupo também é integrada por Senadores, autoridades federais e representantes da comunidade libanesa no Brasil, e também especialistas em assistência humanitária.

Entre os materiais que serão enviados, estão medicamentos e insumos básicos de saúde como: antibióticos, corticoides, analgésicos, ataduras, seringas, cateteres, mais 100 mil máscaras cirúrgicas e 300 ventiladores pulmonares mecânicos.


Bolsonaro vai acompanhar a partida da comitiva

O presidente Jair Bolsonaro vai se deslocar para São Paulo na manhã desta quarta (12) para acompanhar a partida da comitiva ao Líbano. Na última semana, ao divulgar a missão, o chefe do Executivo falou sobre a importância da ajuda que será enviada.
"O Brasil é lar da maior diáspora libanesa no mundo, 10 milhões de brasileiros de ascendência libanesa formam uma comunidade trabalhadora, dinâmica e participativa, que contribui de forma inestimável com o nosso país. Por essa razão, tudo que afeta o Líbano nos afeta como se fosse o nosso próprio lar e a nossa própria pátria", apontou.


Tragédia no Líbano

O local sofreu uma explosão no último dia 4, causada por problemas no armazenamento de cerca de 2.750 toneladas de nitrato de amônio que vitimou fatalmente mais de 160 pessoas e deixou outras mais de 6.000 feridas.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.