Header Ads

Royal Aviation Group

Equador se prepara para receber o Exercício Naval Multinacional UNITAS 2020

 

Oficiais da Marinha equatoriana e da Quarta Frota dos Estados Unidos realizaram uma Conferência Virtual de Planejamento Final (FPC) de 22 a 25 de setembro em apoio ao próximo exercício UNITAS LXI, programado para ocorrer de 2 a 11 de novembro de 2020 no Equador.

O contra-almirante Daniel Ginez, da Marinha equatoriana e contra-almirante Don Gabrielson, das Forças Navais dos EUA, abriu a conferência em 22 de setembro, agradecendo aos participantes pelo compromisso de construir uma proposta bem-sucedida do calendário de eventos.

Mais de 60 planejadores de 11 países parceiros, incluindo representantes da Marinha, Corpo de Fuzileiros Navais, Guarda Costeira e Exército dos EUA participaram da conferência que subtorou o conceito de operações UNITAS LXI e definiu o cronograma provisório de eventos, funções e responsabilidades atribuídos.

A UNITAS LXI está programada para ter vários eventos, incluindo exercícios de manobra que avançam em direção a eventos coordenados de guerra e culminam em um cenário de multi-ameaça que permite aos participantes trabalhar em conjunto como uma força multinacional. Além disso, vários eventos de fogo reais foram agendados, incluindo um exercício de naufrágio (SINKEX). Devido à pandemia COVID-19, não haverá nenhum dos eventos tradicionais no porto.

A UNITAS é uma oportunidade para as forças navais dos países participantes treinarem em uma variedade de cenários marítimos e melhorarem sua capacidade de operar como uma única força multinacional. A intensa capacitação tem como foco o fortalecimento das coalizões e a cooperação multilateral em segurança marítima, bem como o aprofundamento dos laços de amizade e profissionais e compreensão mútua.

Os exercícios unitas surgiram em 1960 e são agora o exercício marítimo anual mais longo. UNITAS, que em latim significa unidade, reflete a estreita relação da América com a região e a importância de fortes laços que foram forjados entre as forças navais dos países participantes.

A Colômbia é a única nação latino-americana a ter participado ininterruptamente em cada uma das 54 versões anteriores da Operação UNITAS. Ela também sediou os anos de 2002, 2005 e 2013, o que a coloca como uma das nações da América do Sul com maior experiência em exercícios de planejamento do nível das Forças-Tarefa Multinacionais.
Webinfomil.com, Segurança e Defesa.

Siga-nos no Facebook e Twitter e não perca as últimas notícias!

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.