Header Ads

Royal Aviation Group

Exercícios de Tiro de Superfície surpreendem futuros Oficiais na “Aspirantex/2021”

 



18/01/2021

 
O final de semana foi marcado por exercícios que permitiram aos Aspirantes conhecer o poder de fogo dos meios participantes da “Aspirantex/2021”. Distantes cerca de 200 milhas da costa, as Fragatas “Constituição” e “União”, a Corveta “Barroso”, o Navio Doca Multipropósito (NDM) “Bahia” e o Navio-Aeródromo Multipropósito (NAM) “Atlântico” foram organizados em formatura para praticar disparos sobre o killer tomato, um alvo flutuante de cor alaranjada e fácil visibilidade.
 
No NDM “Bahia”, os futuros Oficiais observaram o desempenho dos canhões de 4,5 polegadas, 40mm e 30mm de outros navios e realizaram disparos utilizando as metralhadoras de 20mm e .50 polegadas. O exercício também cumpriu a função de adestrar a tripulação, os atiradores e municiadores dos armamentos.
 


Aspirante com alvo killer tomato na mira
 
No NAM “Atlântico”, os futuros Oficiais realizaram disparos com a metralhadora .50 polegadas. De acordo com o Chefe do Departamento de Armamento do navio, Capitão de Corveta Nícolas, o exercício permitiu que os Aspirantes tivessem contato com a atividade-fim da Marinha. “É a oportunidade que eles têm de familiarização com a atividade da Armada e com os próprios armamentos em si. Sem dúvidas, os ajudarão a fazer a opção de Corpo”, declarou.
 


Aspirante recebe orientação para realizar disparos na metralhadora .50pol
 
O Aspirante Plínio realizou disparos remotos no canhão de 30mm que compõe o armamento do NAM “Atlântico”. O futuro Oficial ficou surpreso com a potência e precisão do equipamento. “Já estou decidido a escolher o Corpo da Armada, mas não pensava em ser armamentista, porque não sabia como era a atividade. Agora, em contato com os equipamentos e informações, estou tentado a escolher essa Habilitação”, confessou.
 


Aspirante Plínio prestes a realizar disparo remoto do canhão de 30mm

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.