Header Ads

Royal Aviation Group

Aeronaves da FAB transportam isocontainer e pacientes na região Norte do País

 



Dois aviões C-105 Amazonas e um KC-390 Millennium foram acionados para os transportes de isocontainer e pacientes, nessa sexta-feira (19)

Publicada em: 20/03/2021 16:30
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Raquel Alves

A Força Aérea Brasileira (FAB) continua prestando apoio às missões da Operação COVID-19. Nessa sexta-feira (19), três aeronaves realizaram transporte de oxigênio e pacientes na região Norte do País. Um KC-390 Millennium, operado pelo Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1° GTT) - Esquadrão Zeus, transportou um isocontainer pesando 15 toneladas, contendo o equivalente a 51 metros cúbicos de volume.

A decolagem da Base Aérea de Manaus (BAMN) ocorreu às 13h40 (horário de Brasília) e o pousou na Base Aérea de Porto Velho (BAPV) foi às 14h30. O equipamento será utilizado para o abastecimento de oxigênio em hospitais da rede pública e privada do Estado de Rondônia. A ação visa atender aos pacientes internados pela contaminação de COVID-19 e foi coordenada, conjuntamente, pelo Ministério da Saúde, Ministério da Defesa e Governo do Estado de Rondônia. 

O Comandante da Ala 2, Coronel Aviador Gustavo Pestana Garcez, responsável pela supervisão e pelo preparo do 1º GTT, enfatizou a importância da missão de apoio ao Estado. “Dedicamos permanentemente o esforço de nosso efetivo e de nossas aeronaves, 24 horas por dia e sete dias por semana, no enfrentamento da pandemia do COVID-19”, concluiu.

Para o Chefe da Seção de Operações do 1º GTT e Comandante da missão, Major Aviador Bruno Américo Pereira, essa é uma oportunidade de estabelecer o suporte logístico de oxigênio para o Estado de Rondônia com a aeronave KC-390 Millennium. “É sempre motivo de orgulho e uma tarefa muito gratificante para o Esquadrão ajudar a população Brasileira”, destacou o Oficial.

De acordo com o Superintendente do Ministério da Saúde em Rondônia, Ivo Mendonça, o oxigênio recebido será utilizado para o abastecimento de todos os 52 municípios de Rondônia. "O Ministério da Saúde vai realizar esse trabalho em conjunto com a Força Aérea Brasileira enquanto perdurar essas necessidades de abastecimento de oxigênio aos pacientes internados. Daremos todo o apoio”, afirma.

Transporte de pacientes
Com o objetivo de minimizar os impactos no sistema de saúde da região Norte, dois C-105 Amazonas da FAB, operados pelo Primeiro Esquadrão do Nono Grupo de Aviação - Esquadrão Arara (1º/9º GAV), transportaram 18 pacientes infectados pela COVID-19. O primeiro voo saiu de Porto Velho (RO), transportando 15 pessoas, às 02h10 horas (horário de Brasília) e pousou em Manaus (AM), às 04h15 horas.

Já a segunda aeronave, decolou de Rio Branco (AC) às 01h30 horas (horário de Brasília) e, pousou na capital manauense às 04h25 horas, com três pacientes.

"Estar nesse cenário nos dá percepção real da necessidade dessas famílias que têm a FAB como sua esperança ", disse o Chefe da Seção Aeromédica do Hospital de Aeronáutica de Manaus (HAMN), Capitão  Médico Waldyr Moysés de Oliveira Junior.

Operação COVID-19
Por meio do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), a FAB cumpre as missões que tem como objetivo minimizar os impactos do novo Coronavírus no sistema de saúde. O Transporte Aéreo Logístico integra as ações da Operação COVID-19, acionada pelo Ministério da Defesa, em uma cooperação com o Ministério da Saúde.

Com colaboração da Tenente Rebeca 

Fotos: Tenente Bruna/Ala 8; Tenente Receba/BAPV; Capitão Waldyr/HAMN


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.